Fogueira do Conselho

Muitos povos nativos se reuniam em volta do fogo. Este elemento sempre foi símbolo de união, o professor, como alguns o chamam.  O fogo sagrado é a conexão direta com as forças da criação.

Durante esta cerimônia estaremos criando um elo com tudo aquilo com que nos relacionamos na vida, animal, mineral e vegetal, entre outros reinos.

Orações e canções nativas são oferecidas ao Avô Fogo, à Mãe Terra e aos nossos ancestrais. São encontros regulares, com ensinamentos nativos. Um círculo de autoconhecimento e partilha que, através de meditações, jornadas aos mundos espirituais, canções e outras práticas nativas, proporciona a conexão com nosso próprio coração e com as energias curativas naturais.

O fogo e os humanos sempre tiveram uma relação importante, seja para se proteger dos animais, para sobrevivência, para preparar alimentos ou nos rituais representando o Criador e o grande transformador. Durante as cerimônias, o Avô Fogo é honrado e rezamos ao Grande Espírito. Fazemos os Rezos em agradecimentos pelas nossas conquistas, para pessoas que precisam de uma cura, assim como para nossos sonhos e planos futuros.